Archive for março, 2007

Assim como o microcosmo que reflete o crônico e as mazelas A oportunidade estraçalha-se pelo conformismo e as vaidades Sob o lindo título da eficiência Déficit democrático Surda, cega e esbórnica Ausência Não há mais tempo para paciência e cordialidade Maldito seja o pernilongo que apenas zombe Queria tanto esmargar-te como um inseto Ver-te em sangue […]


L’Esprit Frondeur Para pensar a USP e uma atuação voltada para a (re)construção da função pública da Universidade, partimos da atual situação da PUC-SP, imersa em dívidas as quais foram centralizadas em dois bancos, que agora participam ativamente da gestão e da definição de seus rumos. Professores e funcionários foram demitidos em nome de uma […]


Wallerstein e Fiori: lógica e política Jonas Medeiros  Trabalho final para a disciplina “Leituras Orientadas” (2° semestre de 2006) coordenada pelo prof. Rodrigo Teixeira Alves (Depto. de Economia da FEA/USP). O tema deste Grupo de Estudos (auto-organizado pelos alunos de RI/USP) foi a Economia Política Internacional Contemporânea.      Introdução  Ruy Fausto, no primeiro tomo de Marx: lógica e […]


A partir de algumas leituras autônomas e tendo como base algumas idéias sobre o funcionamento do capitalismo naquilo que Ruy Fausto classifica, a partir da leitura dos Grundrisse, de pós-grande indústria, busco articular algumas de minhas idéias a respeito do papel dos processos de reprodução e gestão do conhecimento para compreensão dos rumos do capitalismo […]


PRADO, Eleutério. Desmedida do valor: crítica da pós-grande indústria. São Paulo: Xamã, 2005. pp. 11-13 Antes do capitalismo, o valor não existe como tal, porque ainda não existiam as próprias condições de formação do tempo trabalho socialmente necessário que põem como indiferentes entre si os tempos de trabalhos individuais empregados na fabricação de produtos para […]


Outro ponto de extrema relevância no que toca à compartimentalização dos espaços dentro da universidade é a evidente divisão física e teórica existente entre as faculdades dos campus, fenômeno presente na maioria das universidades públicas. Este é mais um caso em que se busca cada vez mais o aprofundamento de questões intra-disciplinares (cada vez mais […]


Supondo que a meritocracia se configurasse, de fato, como um conceito metodológico “neutro” de seleção para a universidade (ou seja, em que condições econômicas, políticas, sociais e culturais de determinados grupos não fossem fatores de privilegiação nesse processo), ainda assim um vestibular não tecnicizado não seria a melhor maneira de se ingressar na universidade. Isso, […]