Do Pó(ssível) ao Pó

29mar07

Assim como o microcosmo que reflete o crônico e as mazelas
A oportunidade estraçalha-se pelo conformismo e as vaidades
Sob o lindo título da eficiência
Déficit democrático
Surda, cega e esbórnica
Ausência
Não há mais tempo para paciência e cordialidade
Maldito seja o pernilongo que apenas zombe
Queria tanto esmargar-te como um inseto
Ver-te em sangue na parede
Venerar o quadro de uma luta patética.



No Responses Yet to “Do Pó(ssível) ao Pó”

  1. Deixe um comentário

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: